Um tratamento promissor para pacientes com covid-19

Pesquisadores da Universidade de Oxford publicaram resultados preliminares de um estudo que aponta que um remédio antigo e de baixo custo foi eficaz em reduzir a mortalidade por covid-19

               
321

Finalmente parece que temos uma boa notícia. Pesquisadores da Universidade de Oxford publicaram resultados preliminares de um estudo que aponta que um remédio antigo e de baixo custo foi eficaz em reduzir a mortalidade por covid-19. É primeira vez que um estudo aponta um resultado tão otimista. ⁣

O estudo seguiu os padrões considerados ideais pela ciência: foi randomizado e com grupo controle em seu desenho. Mas os dados não foram publicados em uma revista científica – e não foram revisados por outros pesquisadores. As informações foram publicadas em um texto simples de uma página, mas os autores se comprometeram a compartilhar todos os dados “o quanto antes”. Medidas desse tipo têm sido adotadas em tempos de pandemia, mas como já vimos antes é sempre bom ter cautela. ⁣

A comunidade científica já está comemorando. “Dia histórico no tratamento da covid-19”, disse Clóvis Arns Cunha, presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, em nota enviada à imprensa. Alguns tópicos do que já sabemos. ⁣

Qual é o remédio:⁣
– Trata-se da dexametasona, um medicamento da classe dos corticosteroides utilizado para aliviar inflamações e tratar doenças como artrite reumatoide, alergias, asma, entre outras doenças.

O que o estudo mostrou:⁣
– redução da mortalidade de um terço (33%) dos pacientes com covid-19 que estavam em ventilação mecânica. ⁣
– redução da mortalidade de 20% nos pacientes que precisam de oxigênio.

O que é importante saber:⁣
– o estudo embasa uma nova prática clínica: “todo paciente em ventilação mecânica e os que necessitam oxigênio fora da UTI devem receber dexametasona”, disse a SBI. ⁣
– o medicamento mostrou-se útil para os pacientes que precisam de oxigênio e ventilação, portanto NÃO há resultados sobre uso em casos leves⁣
– NÃO há resultados para o uso de forma profilática. Ou seja, não compre o remédio na farmácia para prevenção⁣

“Covid-19 é uma doença global — e é fantástico que o primeiro tratamento que demonstrou reduzir a mortalidade é um que está disponível e é acessível no mundo todo”, disse Martin Landray, um dos principais investigadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui