Temos um longo caminho pela frente…

...e muito trabalho a fazer

91
Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS

Essa frase foi dita ontem por Tedros Adhanom, diretor da Organização Mundial da Saúde. As pessoas já estão exaustas e querem que as coisas voltem a ser como antes, mas é preciso ter paciência, pois o caminho é longo. Não é questão de ser otimista ou pessimista, mas a realidade mostra que não vai dar para simplesmente ignorar a existência do vírus e voltar à rotina como se ele nunca tivesse existido. Mesmo que as cidades comecem a adotar estratégias de reabertura, o estilo de vida provavelmente vai ter que mudar por um tempo. Reuniões presenciais, shows, provadores de lojas lotadas, barzinhos, viagens com pontos turísticos abarrotados…

Com mais de 200 mil mortes no mundo e mais de 3 milhões de casos confirmados, a batalha contra o coronavírus está longe de acabar. Não temos ainda um tratamento e a vacina é a grande esperança. Cientistas do Jenner Institute da Universidade de Oxford devem começar testes de uma nova vacina contra o coronavírus no final deste mês. Ao todo, 6 000 pessoas serão testadas para avaliar se a dose é segura e se funciona.

Se for eficaz e se tiver aprovação de emergência pelos órgãos reguladores, a expectativa é de que um milhão de doses estejam disponíveis para distribuição já em setembro. Esse seria o melhor cenário possível.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui