O que esperar de novo na saúde pediátrica a partir de 2024

O que esperar de novo na saúde pediátrica a partir de 2024

Em artigo exclusivo para o Futuro da Saúde, Felipe Monti Lora, CEO do Sabará Hospital Infantil, aborda a importância da inovação na saúde pediátrica e as perspectivas para 2024

By Published On: 17/01/2024
Inovação em saúde pediátrica e perspectivas para 2024 - Artigo de Felipe Lora

Foto: Adobe Stock Image

A sociedade busca cada vez mais conhecer inovações tecnológicas, principalmente as que tangem a educação e a saúde. A proximidade com esses dois temas permite que a saúde pediátrica se destaque como área propícia para receber novidades.

As instituições, por sua vez, devem estar atentas ao que o mercado oferece, garantindo que seus pacientes tenham alguma forma de acesso àquilo que há de melhor em assistência à saúde. Porém, inovação não é algo que basta apenas conhecer e provar. Resultados mais eficazes só ocorrerão se a introdução da ação diferente provocar uma mudança pertinente no processo do cuidado!

A partir de customizações é possível conseguir melhores desfechos clínicos. Elas são uma forma de inovar para cada paciente. Devem ser desenvolvidas por meio de expertise que reconheça a necessidade de uma abordagem diferenciada da criança em comparação com adultos. Por exemplo, as cirurgias e alguns exames envolvem sedação e, portanto, levantam questões como o melhor momento de informar a criança sobre o que irá acontecer com ela, modelos de explicação, métodos lúdicos antes e após o procedimento.

Além disso, a experiência em pediatria envolve não apenas a comunicação adequada ao nível de entendimento do paciente, mas também a transparência total com pais e responsáveis, onde existe um acordo de parceria, definição do nível de cuidado que se poderá prover, e apresentação clara de oportunidades terapêuticas clássicas ou recentes, para que eles possam decidir pelo menor impacto em sua criança.

Essa eficiência, por vezes, só pode ser obtida após muita prática em cuidado complexo de crianças e adolescentes. E como doenças complexas são mais raras em pediatria, é natural que essas crianças se concentrem em serviços dedicados, com especialistas em pediatria e equipe interdisciplinar acostumada às suas necessidades, para que se obtenha os melhores desfechos.

A importância da inovação em hospitais

Apesar dos desafios específicos da saúde pediátrica, a inovação tem papel estratégico. Não apenas porque o desenvolvimento constante é necessário para a perenidade de uma instituição, mas também porque o público de pais já faz parte da geração Z, os conhecidos “nativos digitais”, que buscam na tecnologia o ponto forte na educação e na saúde de seus filhos.

E essa é oportunidade que todo serviço pediátrico tem em impactar, para que a criança seja a maior beneficiária da tecnologia. Talvez seja mais fácil a educação para famílias em escala digital nos casos mais simples, do que os casos complexos e customizados.

Identificamos, em uma visita realizada no final de 2023 com Michele Lloyd, VP de serviços pediátricos no Hassenfeld Children´s Hospital (Nova Iorque), que a expectativa de pais sobre uma agilidade “Amazon-like” no cuidado do tratamento de seus filhos é um fenômeno mundial. Para atender a diversos cenários e escolher com adequado controle de custos, nos Estados Unidos, hospitais infantis usam bastante os recursos de simulações para melhorarem seus serviços, o que fortalece ainda mais a necessidade em ter um setor de inovação estruturado e focado no ambiente pediátrico.

No Brasil, hospitais pediátricos já vêm trazendo soluções inovadoras para um atendimento cada vez mais pleno e humanizado. No Sabará, por exemplo, já foram implantados alguns projetos que impactam diretamente a assistência ao nosso paciente, com a visualização pré-operatória do coração e estruturas adjacentes por óculos 3D, utilizado para melhor programação cirúrgica de algumas cardiopatias congênitas mais complexas, e em neurocirurgias.

O desafio do equilíbrio customização x escala digital

A inserção das inovações tecnológicas que vêm sendo apresentadas proporciona uma democratização do acesso à saúde, reduzindo (ainda que pontualmente) as desigualdades sociais, trazendo a possibilidade de um diagnóstico precoce e um tratamento eficaz, o que pode salvar vidas.

São exemplos as cirurgias feitas com robôs ou a parceria entre os hospitais referência a longa distância, na discussão de casos e até na participação direta de tratamento. O Sabará já realiza o cuidado híbrido em linhas de cuidado, atendendo as crianças presencialmente ou à distância de acordo com suas necessidades. O serviço de Reabilitação Intestinal é o que tem maior número de pacientes acompanhados à distância, oferecendo cuidado de altíssima complexidade, sem perder sua excelência no atendimento. A facilitação esperada pelos pais da geração Z ocorre através do serviço de navegação.

Todavia, os algoritmos de inteligência artificial em pediatria ainda não estão prontos para depender menos da ação de médicos e enfermeiros. Em janeiro de 2024, foi publicado um estudo na revista JAMA Pediatrics relatando que em pediatria o ChatGPT erra muito mais diagnósticos que em adultos. Acurácia de apenas 17% em crianças, contra 39% em adultos – ambos extremamente baixos. Variação de idade, falta de identificação dos sintomas (que a criança não relata com precisão) e de conexões entre diagnósticos são apontadas como possíveis motivos causadores de falhas.

Com tanto interesse no assunto e tantas possibilidades, é questão de tempo para a inteligência artificial entrar na prática clínica diária também do pediatra. Só é preciso fazê-lo com segurança e, nesse momento, supervisão torna-se muito importante!

A ponte para o futuro da saúde pediátrica

Mesmo com as crises financeiras que assolam o mundo devido às guerras, o play de saúde está otimista e prevê a retomada do crescimento de investimentos em ciência e inovação nos próximos anos.

Pensando nisso, o investimento na saúde infantil também deve receber incentivos.

Nosso objetivo é potencializar as iniciativas e posicionar o Sabará como local de criação, validação ou implantação de soluções inovadoras, disseminando a cultura de inovação como valor organizacional que se dá não só pelo uso de tecnologias associadas, mas também pela melhoria de processos como um todo.

Por isso, em 2023 redirecionamos nosso Escritório de Inovação e realizamos o 1º Sabará Pediatric Innovation Day, em que foram apresentadas diversas novidades tecnológicas que podem transformar futuramente os serviços pediátricos.

Inovar está na essência da Instituição, que tem deixado um legado de construção de conhecimento na Pediatria no país: desde a maior complexidade biológica como a inauguração da primeira UTI pediátrica em um hospital privado (1974) ou aplicação de uso da ECMO (circulação de sangue extra corpórea) no Brasil para tratamento de crianças com doenças distintas (2018), até a excelência em humanização como o lançamento do Programa Child Life composto por especialistas em desenvolvimento infantil que, por meio de atividades lúdicas, se comunicam com a criança de acordo com seu desenvolvimento de linguagem e compreensão de mundo, facilitando, assim o seguimento do tratamento (2015).

O momento agora é de buscar ser um hub de inovação dedicado apenas à pediatria, com a função social de desenvolver junto a nosso instituto de pesquisa e fundação modelos que permitam maior qualidade assistencial para crianças de São Paulo e do Brasil.

O desafio da saúde pediátrica ainda tem muitas barreiras a serem vencidas, principalmente no que diz respeito às esferas públicas. Mas, com a união de esforços de todos os setores – privado, terceiro setor e público – e com o foco de oferecer medicina qualificada para o maior número de crianças, independente da localidade e condição social, é possível mudar o cenário da saúde infantil no país.

*Dr. Felipe Monti Lora é CEO do Sabará Hospital Infantil, pediatra e endocrinologista pediátrico

Felipe Lora

CEO do Sabará Hospital Infantil, Pediatra, Endocrinologista Pediátrico. Graduado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e conta com títulos de Pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria, Especialista em Endocrinologia Pediátrica pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e MBA em Gestão Hospitalar pela Fundação Getúlio Vargas. Passou por renomadas instituições americanas como a Harvard Medical School e pelo Sick Kids, um dos mais importantes centros pediátricos do Canadá. No Sabará desde 2013 quando ingressou como médico do corpo clínico no Centro de Excelência, atuou como Gerente Médico do Pronto-Socorro, Centro de Excelência, Centro Diagnósticos, Retaguarda de Especialistas e Novos Negócios, tendo assumido no início deste ano a Diretoria Técnica.

About the Author: Felipe Lora

CEO do Sabará Hospital Infantil, Pediatra, Endocrinologista Pediátrico. Graduado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e conta com títulos de Pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria, Especialista em Endocrinologia Pediátrica pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e MBA em Gestão Hospitalar pela Fundação Getúlio Vargas. Passou por renomadas instituições americanas como a Harvard Medical School e pelo Sick Kids, um dos mais importantes centros pediátricos do Canadá. No Sabará desde 2013 quando ingressou como médico do corpo clínico no Centro de Excelência, atuou como Gerente Médico do Pronto-Socorro, Centro de Excelência, Centro Diagnósticos, Retaguarda de Especialistas e Novos Negócios, tendo assumido no início deste ano a Diretoria Técnica.

Leave A Comment

Recebar nossa Newsletter

NATALIA CUMINALE

Sou apaixonada por saúde e por todo o universo que cerca esse tema -- as histórias de pacientes, as descobertas científicas, os desafios para que o acesso à saúde seja possível e sustentável. Ao longo da minha carreira, me especializei em transformar a informação científica em algo acessível para todos. Busco tendências todos os dias -- em cursos internacionais, conversas com especialistas e na vida cotidiana. No Futuro da Saúde, trazemos essas análises e informações aqui no site, na newsletter, com uma curadoria semanal, no podcast, nas nossas redes sociais e com conteúdos no YouTube.

Artigos Relacionados

Felipe Lora

CEO do Sabará Hospital Infantil, Pediatra, Endocrinologista Pediátrico. Graduado em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e conta com títulos de Pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria, Especialista em Endocrinologia Pediátrica pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e MBA em Gestão Hospitalar pela Fundação Getúlio Vargas. Passou por renomadas instituições americanas como a Harvard Medical School e pelo Sick Kids, um dos mais importantes centros pediátricos do Canadá. No Sabará desde 2013 quando ingressou como médico do corpo clínico no Centro de Excelência, atuou como Gerente Médico do Pronto-Socorro, Centro de Excelência, Centro Diagnósticos, Retaguarda de Especialistas e Novos Negócios, tendo assumido no início deste ano a Diretoria Técnica.