Saúde mental de 72% dos educadores foi afetada durante pandemia

Quando questionados o motivo da situação ter piorado, temas como medo, ansiedade e excesso de trabalho foram mencionados pelos profissionais

265

Uma pesquisa conduzida pela Nova Escola com educadores mostrou que não são só os pais que estão sofrendo com a mudança de rotina devido ao fechamento das escolas.

De acordo com o levantamento, 72% dos educadores afirmam que neste momento a sua saúde emocional está regular (41%), ruim (21%) ou péssima (10%) e que a pandemia foi responsável por uma piora dessa percepção em 68% dos casos. Quando questionados sobre o motivo da percepção de piora, temas como medo, ansiedade e excesso de trabalho foram mencionados pelos profissionais.

Além disso, outro dado importante: a maioria (72%) não conta com suporte profissional para lidar com a saúde emocional.

Para a pesquisa, 1.877 profissionais da educação, entre eles professores, diretores escolares e coordenadores pedagógicos de escolas municipais, estaduais e particulares, responderam ao questionário no site da Nova Escola entre os dias 3 e 6 de agosto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui