Praticar exercícios pode aumentar a eficácia de vacinas

Praticar exercícios pode aumentar a eficácia de vacinas

A ciência já demonstrou que a prática de exercícios físicos […]

By Published On: 29/04/2021

A ciência já demonstrou que a prática de exercícios físicos é benéfica por diversas razões. Agora, um estudo publicado na revista científica Sports Medicine analisou pesquisas e concluiu que a atividade física pode ajudar a melhorar a eficácia de vacinas em até 50%.

Ao revisar os resultados por meio de revisão sistemática e meta-análise, os cientistas perceberam que a contagem de anticorpos era maior em pessoas fisicamente ativas.

Isso poderia ser explicado, segundo os pesquisadores, porque o exercício físico ajuda a fortalecer o sistema imunológico, reduz o risco adquirir doenças ou de morrer por doenças infecciosas. Meio milhão de pessoas estavam envolvidas em seis estudos, oferecendo evidências consistentes para os cientistas afirmarem que 30 minutos de exercícios em 5 dias da semana pode reduzir em 37% o risco de adoecer ou vir a óbito por doenças infecciosas.

Especificamente sobre o coronavírus, um estudo americano feito com 48.440 adultos indica que a falta de atividade física resultou em casos mais graves de Covid-19. Em pessoas mais velhas ou com doenças como diabetes, a falta de exercício pode resultar em uma infecção ainda mais forte.

Efeitos das atividades físicas no sistema imunológico

A evidência dos efeitos benéficos da atividade física foi observada após os cientistas analisarem 35 ensaios clínicos. Nessa análise, os especialistas viram que a prática regular de exercícios aumentou os níveis de imunoglobulina lgA, anticorpo cuja função é revestir a mucosa do pulmão e outras áreas do corpo propícias para vírus e bactérias invasoras.

Além disso, o número de células T CD4+, que avisam o sistema imunológico quando atacar, também foram maiores em pessoas que se exercitam regularmente.

Segundo outro estudo, publicado no The Lancet Rheumatology, a redução do risco de fatalidade por doenças infecciosas se dá também porque os exercícios físicos reduzem o estresse e a inflamação crônica, fatores que poderiam tornar a resposta imunológica desregulada.

Redação

Equipe de jornalistas da redação do Futuro da Saúde.

About the Author: Redação

Equipe de jornalistas da redação do Futuro da Saúde.

Leave A Comment

Recebar nossa Newsletter

NATALIA CUMINALE

Sou apaixonada por saúde e por todo o universo que cerca esse tema -- as histórias de pacientes, as descobertas científicas, os desafios para que o acesso à saúde seja possível e sustentável. Ao longo da minha carreira, me especializei em transformar a informação científica em algo acessível para todos. Busco tendências todos os dias -- em cursos internacionais, conversas com especialistas e na vida cotidiana. No Futuro da Saúde, trazemos essas análises e informações aqui no site, na newsletter, com uma curadoria semanal, no podcast, nas nossas redes sociais e com conteúdos no YouTube.

Artigos Relacionados

  • Sidney Klajner

    Cirurgião do Aparelho Digestivo e Presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein. Possui graduação, residência e mestrado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, além de ser fellow of American College of Surgeons. É coordenador da pós-graduação em Coloproctologia e professor do MBA Executivo em Gestão de Saúde no Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa do Einstein. É membro do Conselho Superior de Gestão em Saúde, da Secretaria de Saúde do Estado de S. aulo e coautor do livro “A Revolução Digital na Saúde” (Editora dos Editores, 2019).

  • Redação

    Equipe de jornalistas da redação do Futuro da Saúde.

  • Redação

    Equipe de jornalistas da redação do Futuro da Saúde.

Redação

Equipe de jornalistas da redação do Futuro da Saúde.