Nutrição, informação e prevenção do câncer de mama

Entre as medidas de prevenção, uma boa nutrição é fundamental para evitar a obesidade, outro fator de risco para este tipo de tumor

88
câncer de mama

A mensagem principal do Outubro Rosa do Instituto Nacional de Câncer para este ano é “Eu cuido da minha saúde todos os dias. E você?”. Com esta pergunta, o INCA pretende destacar medidas que auxiliam na prevenção primária do câncer de mama, estimulando a prática de atividade física, a manutenção do peso corporal adequado, a redução do consumo de bebidas alcoólicas e a adoção de uma alimentação mais saudável e equilibrada.

No Brasil, devemos ter 66.280 novos casos de tumores de mama em 2021, doença que causou a morte de 18.068 mulheres e 227 homens (sim, homem também pode ter câncer de mama) em 2019, aqui no país.

Além do combate ao sedentarismo, os bons hábitos alimentares são fundamentais para ajudar a evitar a obesidade, outro fator de risco importante para esta neoplasia. Mas, afinal, quais são os alimentos que podem aumentar o risco de câncer de mama? Este tema foi abordado no capítulo de Nutrição do livro Vencer o Câncer de Mama, cuja segunda edição foi lançada em 2020.

O açúcar tem papel de destaque no desenvolvimento do câncer de mama – e não só deste tipo de tumor e outras várias doenças. A ingestão de açúcar ou farinhas refinadas gera o aumento dos níveis de glicose na corrente sanguínea, o que culmina num pico de insulina liberada pelo pâncreas, processo acompanhado pela secreção de um hormônio chamado IGF-1. E esta substância tem o potencial de estimular o crescimento de células e o processo inflamatório, aumentando, assim, a progressão de tumores.

Vale destacar que o açúcar e a farinha são carboidratos refinados, diferente dos carboidratos complexos dos vegetais, frutas e grão integrais, essenciais para uma dieta equilibrada e saudável. A opção é fazer escolhas – e trocas, quando possível, como o consumo de farinhas mais nutritivas e de menor índice glicêmico, por exemplo, ou o suco de frutas pela fruta natural.

O consumo de álcool tem sido cada vez mais desaconselhado, mesmo o do vinho tinto que, rico em antioxidante resveratrol, teria propriedades anticancerígenas por efeito contra o estrógeno, auxiliando na prevenção de tumores associados a esse hormônio, como o de mama. A American Society of Clinical Oncology reforça que o álcool é um fator de risco importante para diversos tipos de neoplasias, e a American Cancer Society recomenda exclusão completa do álcool na dieta

Já a carne vermelha, fonte de aminoácidos essenciais para o desenvolvimento humano e de diversos minerais e vitaminas, também pode aumentar o risco de câncer de mama, especialmente para mulheres após a menopausa, se consumida em excesso. A orientação é limitar a ingestão a, no máximo, 300 gramas por semana, preferindo carnes brancas, como peixe e frango. E evite os embutidos a todo custo. Estes produtos são comprovadamente carcinogênicos, aumentando em até 18% o risco de um tumor de intestino.

E quais outros alimentos devem ser evitados? No topo da lista estão os alimentos processados e industrializados, que contêm corantes, conservantes, e outros aditivos alimentares, que podem desequilibrar o organismo e promover o desenvolvimento das células doentes. Frituras e alimentos muitos tostados, que produzem a acroleína, uma substância potencialmente carcinogênica, e adoçantes artificiais podem representar riscos. Gordura trans, gordura vegetal hidrogenada e óleos vegetais ricos em ômega 6 são extremamente inflamatórios, criando uma condição de predisposição à doença. Uma situação curiosa é o salmão de cativeiro que, ao contrário do salmão selvagem, o é pobre em ômega 3 e rico em substâncias químicas, pesticidas, antibióticos e corantes, ministrados ao animal.

Uma dica importante, um hábito que devemos também cultivar: saber ler os rótulos dos alimentos. Conhecer melhor o que ingerimos vai garantir uma dieta realmente mais saudável, com força para auxiliar na prevenção de doenças.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui