Exercício respiratório pode ajudar a reduzir pressão arterial, aponta estudo

Segundo os cientistas, a proposta do treinamento de força muscular inspiratória foi a primeira a ajudar pessoas com doenças respiratórias em estado crítico e, simultaneamente, ajudar a fortalecer a função respiratória.

               
132

Um exercício respiratório de 5 minutos realizado com o auxílio de um dispositivo portátil pode ser uma alternativa para reduzir a pressão arterial, sem depender de medicamentos ou atividade física. A ideia é sugerida por uma pesquisa da Universidade de Colorado Boulder, nos Estados Unidos, publicada no Journal of the American Heart Association.

Os cientistas indicam que cerca de 30 respirações profundas podem, além de reduzir a pressão arterial, aumentar a qualidade da saúde vascular, diminuir as chances de desenvolver doenças cardiovasculares graves, reduzir a percepção do estresse e ajudar pacientes com apnéia do sono, que podem ver uma melhora na qualidade do hábito.

A técnica chamada de treinamento de força muscular inspiratória (Em inglês, com a sigla IMST) foi projetada para exercitar o diafragma e demais músculos envolvidos no processo da respiração. O dispositivo tem como tarefa oferecer mais resistência para que os exercícios sejam feitos.

Segundo os cientistas, a proposta do IMST foi a primeira a ajudar pessoas com doenças respiratórias em estado crítico e, simultaneamente, ajudar a fortalecer a função respiratória. Para atestar o objetivo, foi realizado um ensaio clínico randomizado que analisou 36 adultos de 50 e a 79 anos, considerados saudáveis, durante seis semanas. A pesquisa também identificou que os efeitos benéficos persistiram mesmo após seis semanas sem a terapia. Embora tenha sido um estudo pequeno e pontual, a estratégia poderá ser estudada em mais pacientes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui