Enfermagem do século XXI: qual o valor dessa profissão?

Enfermagem do século XXI: qual o valor dessa profissão?

O valor de que estamos falando não se refere ao fixado no piso salarial em meio a polêmicas, e sim ao fato de que enfermeiros e enfermeiras têm um papel cada vez mais importante na saúde – e não apenas na área assistencial

By Published On: 19/07/2023

No final de junho, formamos mais uma turma da Faculdade de Enfermagem do Einstein. Trata-se de uma geração de profissionais com uma bagagem muito diferente daquela que oferecíamos nas décadas iniciais dessa que foi a primeira graduação do Einstein e que completará em breve 35 anos. Se antes bastava uma boa formação técnica, isso não é mais suficiente nos dias de hoje frente às transformações e aos novos desafios do mundo da saúde e o papel cada vez mais importante exercido pela enfermagem nesse contexto.

No âmbito assistencial, enfermeiros e enfermeiras são elementos-chave no modelo de trabalho em equipe, em que profissionais diversos somam seus conhecimentos e competências numa abordagem multidisciplinar integrada de cuidado. Empoderados e com voz ativa, atuam não apenas nos cuidados diretos aos pacientes, mas também nos processos de qualidade e segurança, com atribuições fundamentais para evitar falhas ou riscos na assistência. Ao lado das competências técnicas, empatia e humanismo são outros atributos de enfermeiras e enfermeiros – e, talvez como nunca, pudemos observar a importância disso durante a pandemia. 

No Einstein, a valorização desses profissionais levou a instituição a buscar o selo Magnet de excelência em enfermagem, concedido pelo American Nurses Credentialing Center. Foram mais de 10 anos perseguindo esse reconhecimento, por meio da melhoria de processos, que veio finalmente em 2022, tornando o Einstein o primeiro hospital da América Latina com essa credencial.

Para além da assistência, profissionais de enfermagem têm ampliado sua presença em outras frentes: na pesquisa, na inovação, nos projetos e processos de excelência, no ensino, na gestão… Em relação à gestão, aliás, vale citar algo que nem todos sabem: desde 2016, a Diretoria da Unidade Morumbi do Einstein está a cargo de uma enfermeira. Na época, foi uma dupla quebra de paradigma: foi o primeiro hospital do país a ter na posição uma mulher e também profissional de enfermagem.

Evidentemente, a formação de enfermeiros e enfermeiras do século XXI precisa contemplar todas essas dimensões. Isso exige adicionar aos conteúdos técnicos outros conhecimentos e habilidades, preparando-os para exercer seus cada vez mais importantes papéis no cenário da saúde e para a multiplicidade de carreiras que se abrem para eles. Foi isso que levou a Faculdade de Enfermagem do Einstein a se reinventar. Entre outros movimentos, adotou metodologias ativas de ensino, com ênfase no Team-Based Learning (TBL), estudos de caso, recursos de simulação realística e exposição à prática assistencial desde o primeiro ano, com atividades de estágio em unidades tanto no setor privado de saúde como no público. Além disso, criou programas como o de iniciação científica, que permite um contato precoce com a pesquisa, e o de internacionalização, por meio de parcerias com respeitadas organizações do exterior.

Dados de um estudo recente e abrangente, realizado por uma instituição externa de pesquisa, sobre os caminhos seguidos pelos egressos da nossa graduação em Enfermagem mostram a versatilidade de caminhos de carreira que podem ser seguidos: 82% dos ex-alunos atuam na área de enfermagem, ocupando, além de postos na assistência, posições de liderança em unidades de saúde públicas e privadas, de ensino, pesquisa e inovação. Outros seguem como profissionais autônomos ou sócios em empresas de home care, tecnologia em saúde ou instituições de longa permanência, entre outras.

Independentemente das polêmicas em torno do piso salarial nacional para a categoria, o fato é que é inquestionável o valor que profissionais de enfermagem já agregam e podem agregar à saúde.

Sidney Klajner

Cirurgião do Aparelho Digestivo e Presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein. Possui graduação, residência e mestrado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, além de ser fellow of American College of Surgeons. É coordenador da pós-graduação em Coloproctologia e professor do MBA Executivo em Gestão de Saúde no Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa do Einstein. É membro do Conselho Superior de Gestão em Saúde, da Secretaria de Saúde do Estado de S. aulo e coautor do livro “A Revolução Digital na Saúde” (Editora dos Editores, 2019).

About the Author: Sidney Klajner

Cirurgião do Aparelho Digestivo e Presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein. Possui graduação, residência e mestrado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, além de ser fellow of American College of Surgeons. É coordenador da pós-graduação em Coloproctologia e professor do MBA Executivo em Gestão de Saúde no Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa do Einstein. É membro do Conselho Superior de Gestão em Saúde, da Secretaria de Saúde do Estado de S. aulo e coautor do livro “A Revolução Digital na Saúde” (Editora dos Editores, 2019).

Leave A Comment

Recebar nossa Newsletter

NATALIA CUMINALE

Sou apaixonada por saúde e por todo o universo que cerca esse tema -- as histórias de pacientes, as descobertas científicas, os desafios para que o acesso à saúde seja possível e sustentável. Ao longo da minha carreira, me especializei em transformar a informação científica em algo acessível para todos. Busco tendências todos os dias -- em cursos internacionais, conversas com especialistas e na vida cotidiana. No Futuro da Saúde, trazemos essas análises e informações aqui no site, na newsletter, com uma curadoria semanal, no podcast, nas nossas redes sociais e com conteúdos no YouTube.

Artigos Relacionados

  • Isabelle Manzini

    Graduada em jornalismo pela Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação. Atuou como jornalista na Band, RedeTV!, Portal Drauzio Varella e faz parte do time do Futuro da Saúde desde julho de 2023.

  • Sidney Klajner

    Cirurgião do Aparelho Digestivo e Presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein. Possui graduação, residência e mestrado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, além de ser fellow of American College of Surgeons. É coordenador da pós-graduação em Coloproctologia e professor do MBA Executivo em Gestão de Saúde no Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa do Einstein. É membro do Conselho Superior de Gestão em Saúde, da Secretaria de Saúde do Estado de S. aulo e coautor do livro “A Revolução Digital na Saúde” (Editora dos Editores, 2019).

  • Sidney Klajner

    Cirurgião do Aparelho Digestivo e Presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein. Possui graduação, residência e mestrado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, além de ser fellow of American College of Surgeons. É coordenador da pós-graduação em Coloproctologia e professor do MBA Executivo em Gestão de Saúde no Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa do Einstein. É membro do Conselho Superior de Gestão em Saúde, da Secretaria de Saúde do Estado de S. aulo e coautor do livro “A Revolução Digital na Saúde” (Editora dos Editores, 2019).

Sidney Klajner

Cirurgião do Aparelho Digestivo e Presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein. Possui graduação, residência e mestrado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, além de ser fellow of American College of Surgeons. É coordenador da pós-graduação em Coloproctologia e professor do MBA Executivo em Gestão de Saúde no Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa do Einstein. É membro do Conselho Superior de Gestão em Saúde, da Secretaria de Saúde do Estado de S. aulo e coautor do livro “A Revolução Digital na Saúde” (Editora dos Editores, 2019).