Cuidado: cresce intoxicação por produto de limpeza.

Tipo de produto requer atenção redobrada

104

Desde que o coronavírus chegou ao Brasil, certos tipos de produtos de limpeza e álcool se tornaram itens essenciais na despensa. Eles servem para higienizar as compras do mercado, a casa, a sola dos sapatos… Mas o uso desse tipo de produto requer atenção redobrada, já que são tóxicos e podem causar acidentes. Segundo a Anvisa, houve um aumento no número de casos de intoxicação. De janeiro a abril desde ano, os Centros de Informação e Assistência Toxicológica (CIATox) receberam 1.540 registros de intoxicação devido a produtos de limpeza envolvendo adultos, um aumento equivalente a 23,3%, comparado ao mesmo período de 2019.

Alguns cuidados são essenciais. Parecem básicos, mas não custa redobrar a atenção nesse momento:

– Garanta a ventilação quando for manusear um desses produtos destinados à limpeza, higienização e desinfecção.

– Mantenha os produtos de limpeza fora do alcance de crianças e animais.

– Evite o armazenamento desses produtos em recipientes diferentes e não etiquetados.

– Leia e siga as instruções descritas no rótulo de cada produto.

– Evite a mistura de produtos químicos.

– Não reaproveite as embalagens vazias. Isso porque elas sempre ficam com restos dos produtos.

O risco é ter desde uma simples irritação até mesmo intoxicações que podem levar à morte. Alguns sintomas possíveis causados por substâncias tóxicas são: irritação dos olhos, nariz, garganta, pulmões ou pele, sonolência, tontura e asfixia.

Em caso de emergências toxicológicas, não provoque vômito. Tenha em mãos o número do Centro de Informação e Assistência Toxicológica, o CIATox: 0800-722-6001.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui