Coronavac: a eficácia de 78% e os próximos passos

Coronavac: a eficácia de 78% e os próximos passos

A Coronavac, vacina contra o coronavírus desenvolvida pelo Instituto Butantan […]

By Published On: 07/01/2021

O Governador do Estado de São Paulo, João Doria, acompanha a chegada do 2o Lote da Coronavac em Guarulhos, em 3 de dezembro. Crédito: Governo do Estado de SP.

A Coronavac, vacina contra o coronavírus desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, finalmente teve sua eficácia de 78% divulgada nesta quinta-feira pelo governo de São Paulo. Isso quer dizer que os estudos apontaram que esta vacina protege 78% das pessoas que a tomam contra a covid-19. De acordo com o governo, a imunização garantiu a proteção de 100% contra mortes, casos graves e internações nos voluntários vacinados que foram contaminados. A notícia supera a expectativa em relação à vacina. Até hoje, a única informação era de que a Coronavac apresentava eficácia superior a 50%, o mínimo estipulado pela Organização Mundial da Saúde. A divulgação veio depois de muito suspense, guerra política, fake news e alguns adiamentos. ⁣

Embora os resultados sejam promissores, ainda faltam os detalhes da fase 3 do estudo e a publicação em um periódico científico. Etapas anteriores já haviam mostrado que a Coronavac é segura e produz resposta do sistema imunológico⁣.

E agora? Quais são os próximos passos? ⁣
– O Butantan fará pedido formal à Anvisa a autorização para uso emergencial. A agência avalia dados, boas práticas, entre outras informações. A Anvisa tem dez dias para dar seu aval. ⁣
– Seguindo esse cronograma, governo de SP prevê a imunização a partir de 25 de janeiro, começando com os profissionais da saúde, indígenas e quilombolas. Depois segue para os idosos com mais de 60 anos (começando com aqueles que têm 75 ou mais)⁣

O que está em aberto? ⁣
– Data de início. Depende dos ritos de aprovação e dados apresentados.⁣
– Localização. Será que haverá uma coordenação nacional por parte do governo federal para a aplicação de doses e, se for assim, São Paulo não poderá começar antes de outros estados?
– Escala de produção. Qual a capacidade de produção do Butantan e quantas doses é possível aplica por dia? ⁣Vamos importar mais doses prontas?
– Política. Qual vai ser a postura do governo federal em relação à Coronavac? Será que a briga política entre Bolsonaro e Doria termina agora?

Natalia Cuminale

Sou apaixonada por saúde e por todo o universo que cerca esse tema -- as histórias de pacientes, as descobertas científicas, os desafios para que o acesso à saúde seja possível e sustentável. Ao longo da minha carreira, me especializei em transformar a informação científica em algo acessível para todos. Busco tendências todos os dias -- em cursos internacionais, conversas com especialistas e na vida cotidiana. No Futuro da Saúde, trazemos essas análises e informações aqui no site, com as reportagens, na newsletter, com uma curadoria semanal, e nas nossas redes sociais, com conteúdos no YouTube.

About the Author: Natalia Cuminale

Sou apaixonada por saúde e por todo o universo que cerca esse tema -- as histórias de pacientes, as descobertas científicas, os desafios para que o acesso à saúde seja possível e sustentável. Ao longo da minha carreira, me especializei em transformar a informação científica em algo acessível para todos. Busco tendências todos os dias -- em cursos internacionais, conversas com especialistas e na vida cotidiana. No Futuro da Saúde, trazemos essas análises e informações aqui no site, com as reportagens, na newsletter, com uma curadoria semanal, e nas nossas redes sociais, com conteúdos no YouTube.

Leave A Comment

Recebar nossa Newsletter

NATALIA CUMINALE

Sou apaixonada por saúde e por todo o universo que cerca esse tema -- as histórias de pacientes, as descobertas científicas, os desafios para que o acesso à saúde seja possível e sustentável. Ao longo da minha carreira, me especializei em transformar a informação científica em algo acessível para todos. Busco tendências todos os dias -- em cursos internacionais, conversas com especialistas e na vida cotidiana. No Futuro da Saúde, trazemos essas análises e informações aqui no site, na newsletter, com uma curadoria semanal, no podcast, nas nossas redes sociais e com conteúdos no YouTube.

Artigos Relacionados

  • Sidney Klajner

    Cirurgião do Aparelho Digestivo e Presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein. Possui graduação, residência e mestrado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, além de ser fellow of American College of Surgeons. É coordenador da pós-graduação em Coloproctologia e professor do MBA Executivo em Gestão de Saúde no Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa do Einstein. É membro do Conselho Superior de Gestão em Saúde, da Secretaria de Saúde do Estado de S. aulo e coautor do livro “A Revolução Digital na Saúde” (Editora dos Editores, 2019).

  • Rafael Machado

    Jornalista com foco em saúde. Formado pela FIAMFAAM, tem certificação em Storyteling e Práticas em Mídias Sociais. Antes do Futuro da Saúde, trabalhou no Portal Drauzio Varella. Email: rafael@futurodasaude.com.br

  • Rosana Richtmann

    Infectologista do Instituto Emílio Ribas, Chefe do Departamento de Infectologia do Grupo Santa Joana e Membro dos Comitês de Imunização da Sociedade Brasileira de Infectologia, de Calendários da Sociedade Brasileira de Imunização e do Comitê Permanente em Assessoramento de Imunização da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. É graduada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Santos e possui Doutorado em Medicina pela Universidade de Freiburg, na Alemanha

Natalia Cuminale

Sou apaixonada por saúde e por todo o universo que cerca esse tema -- as histórias de pacientes, as descobertas científicas, os desafios para que o acesso à saúde seja possível e sustentável. Ao longo da minha carreira, me especializei em transformar a informação científica em algo acessível para todos. Busco tendências todos os dias -- em cursos internacionais, conversas com especialistas e na vida cotidiana. No Futuro da Saúde, trazemos essas análises e informações aqui no site, com as reportagens, na newsletter, com uma curadoria semanal, e nas nossas redes sociais, com conteúdos no YouTube.